POSSO AJUDAR? As medidas de auxílio ao refugiado

  • Repatriação voluntária: sendo a solução duradoura escolhida pela maioria dos refugiados, a repatriação voluntária requer o comprometimento total por parte do país de origem com a reintegração da sua própria população, para que esse processo se dê com segurança e dignidade. A repatriação voluntária também necessita do apoio contínuo da comunidade internacional para assegurar um ambiente estável àqueles que tomam a brava decisão de voltar para casa e reconstruir suas vidas.

rep_vol_acnur_e_denholm

  • Integração local: Milhões de refugiados ao redor do mundo vivem ano após ano com pouca esperança de retornar ao seu país de origem. Alguns não podem voltar para casa porque seus países estão envolvidos em conflitos intermináveis, problemas ambientais ou, mais frequentemente, por temerem ser perseguidos quando retornarem. Nos casos em que a repatriação voluntária não é uma opção viável, encontrar um lar no país de asilo e integrar-se na comunidade local pode oferecer uma solução duradoura ao refugiado e a oportunidade de recomeçar sua vida. A integração local é um processo complexo e gradual que compreende dimensões jurídicas, econômicas, sociais e culturais distintas, mas relacionadas entre si, e que impõe demandas consideráveis tanto do indivíduo quanto da sociedade que o recebe. Em muitos casos, este processo termina com a naturalização do refugiado no país de asilo.

reassent_acnur_j_bjorgvinsson

  • Reassentamento em um terceiro país: Alguns refugiados não podem voltar para casa ou não estão dispostos a fazê-lo. Muitos inclusive vivem em situações perigosas ou têm necessidades específicas que não podem ser resolvidas nos países onde buscaram proteção. Em tais circunstâncias, o ACNUR ajuda a reassentar refugiados em um terceiro país, como a única solução segura e viável. Apenas um pequeno número de países participa dos programas de reassentamento do ACNUR. Os Estados Unidos são o principal país de reassentamento em todo o mundo. O país de reassentamento proporciona aos refugiados proteção jurídica e física, incluindo acesso a direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais sob as mesmas bases dos seus cidadãos nacionais. Estes países também devem permitir que os refugiados tornem-se cidadãos naturalizados.

integra_acnur_b_herger

FONTE: http://www.acnur.org/t3/portugues/a-quem-ajudamos/solucoes-duradouras/

Rogger Marinho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s